30 janeiro, 2013

Bom senso entre BDSMers



   Para falar de bom senso, primeiro vamos tentar definir o que é bom senso.
   Bom senso é um conceito ligado a noções de sabedoria e razoabilidade.  Define a capacidade que uma pessoa tem de se adequar a determinadas realidades e fazer bons julgamentos e escolhas, capacidade de organização e independência de análise da vida.  Às vezes confundido com o senso comum, sendo muitas vezes o oposto.
   É bem verdade que às vezes o senso comum pode mudar uma opinião eventualmente errônea e preconceituosa sobre algo ou alguém.
   Bom senso é sinônimo de sensatez, capacidade intuitiva para distinguir a melhor conduta em situações específicas, às vezes difíceis de serem analisadas mais detalhadamente. 
Aristóteles “Elemento central de conduta ética, capacidade virtuosa de achar o meio termo e distinguir a ação correta, o que é em termos mais simples, nada mais que o bom senso.”
Ralfh Waldo Emerson “O bom senso é tão raro quanto o gênio”
   Sendo assim, falar de bom senso entre BDSMers nada mais é que falar de bom senso em qualquer lugar e para qualquer pessoa, pois aquele que tem esta capacidade, a tem em qualquer circunstância.
   Não teríamos o desprazer de ver pessoas se achando donas da verdade, capacitadas a julgar a vida de pessoas que mal conhecem e achando que as suas regras e modo de viver a vida devem ser copiados pelos demais que a cercam, quiçá pelo mundo todo...
 Não veríamos Tops achando que são Tops para todos os bottons e nem bottons se submetendo a todos os Tops.   O que fariam então os Swithers?   Hora no topo, hora na base, seria uma confusão de sentimentos, expressões e comportamentos enlouquecedora.   Existe ainda quem diga que em um ambiente estritamente BDSM o comportamento deve se adequar a ele, pois então vejamos; O (a) submisso (a) entra no Clube BDSM e lá dentro ele deve quebrar as ordens de Seu Dono em favor de todos?   Será que ao entrar no Clube ele passou a ser submisso para todos os Tops?   Será que os Tops dentro daquele ambiente passaram a ter um haren de submissos?  
   Respeito é parte do bom senso e devemos respeito a qualquer pessoa, estas pessoas em contrapartida também nos devem respeitar.   Não quer dizer que um submisso deve chamar a todos de Sr e Sra. por ele se anunciar Top, talvez por respeito a sua idade, sim, mas pela pessoa e não pelo que ela é dentro do BDSM (que a despeito das pessoas que fazem disto um estilo de vida, é um fetiche SIM).   Existem pessoas que vivem intensamente seus fetiches BDSM em suas vidas e se acham no direito de dizem que quem vive diferente disto é mero e insignificante fetichista, como se quantidade fosse sinônimo de qualidade ou que ele próprio saindo do seu mundinho não tenha que se adequar as regras da sociedade em que vive.   Quero o ver impor aos seus pais que o tratem por Sr só porque ele assumiu seu fetiche no que ele acha que é tempo integral.
   Para mim bom senso é saber que os meus direitos terminam quando começam os direitos dos outros e vice-versa.

Por Dorei Fobofílica.

Seguidores

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.