VISITE brinquedos diversos

18 dezembro, 2011

SWITCHER; o lado inverso no espelho.

   Algumas pessoas; e não são poucas, sentem-se confusas quando começam a conhecer as praticas BDSM, isto acontece com maior intensidade com aqueles que sentem atração pelos ‘dois lados dos do chicote’¹, ou seja, gostam de ser dominados e de dominar também.
   É mais comum observar as pessoas se identificarem como sendo Dominantes ou subservientes, até porque houve e ainda há muito preconceito dentro do meio BDSM quanto àqueles que escolhem as duas posições.    Um meio já discriminado pela sociedade, ainda enfrenta preconceito de dentro.   Algumas comunidades BDSM não demonstram muito respeito por switchers, alegando que por ele não ter uma posição definida não é uma pessoa ‘confiável’, isto é, depois de aceitar submeter-se a um Dominante, resolve tentar inverter as posições com uma pessoa que não deseja e nunca combinou com este indivíduo de que a cena se invertesse.
   As pessoas que escolhem dominar em algumas cenas e submeter-se em outras, às vezes mudando de papel dentro da mesma cena, são chamadas de SWITCHER.  
   Ser switcher não tem haver com a opção sexual, homens ou mulheres switchers podem só se relacionar com pessoas do sexo oposto, só com o mesmo sexo ou ser bissexual, como, aliás, dentro de qualquer opção de prática sexual, seja baunilha² ou não.
   Algumas pessoas vivem isto apenas dentro da personalidade, podem ser altivas, lideres profissional e até no seio familiar, mas na hora de ir para a ‘cama’ preferem ser submissos sempre, não é exatamente o que se chama de switcher no meio BDSM, mas o é na personalidade, assim como pessoas que tem aparente característica de mansa, que está sempre executando tarefas determinadas por superiores profissionais, que dentro do seio familiar são controladas, na ‘cama’ são o lado dominador sempre.   Mas switcher conforme é entendido dentro do meio BDSM é aquele que alterna a sua posição exatamente na ‘cama’, ora dominando, ora sendo dominado.
   Não é incomum também ouvir alguém que sempre esteve num dos lados do ‘chicote’, de repente ter seu interesse despertado pelo outro lado; seja ela uma pessoa Dominadora que sentiu desejo de se submeter em alguma ou várias práticas, ou uma pessoa submissa que se sentiu atraída por dominar.
   Alguns switchers preferem se relacionar com casais de Dominante e subserviente, para ter os dois lados satisfeitos ao mesmo tempo, podendo exercer domínio sobre o subserviente enquanto é comandado pelo Dominante.  
   É importante frisar que o switcher, assim como o dominante e o dominado, pode ser Dominador e/ou Sádico; submisso e/ou masoquista, não tem que ser as duas coisas como Top³ ou como botton³, mas pode ser.
   Tal qual Tops e bottons, switchers também tem suas preferências quanto ao que praticar e isto nada tem haver com a condição de ser switcher.
   Existem casos em que há um Dono(a) de vários escravos ou submissos e tem um escolhido dentre eles para dominar os outros na ausência do Top, este exerce bem o papel de switcher, servindo ao Dono e dominando o restante dos escravos ou submissos.
   Ser switcher não é ser volúvel, mas apresentar esta versatilidade e sentir prazer com ela.   Por falta de informação, algumas pessoas que estão ingressando nas práticas e ainda não sabem o que é switcher, se apresentam como Dominantes e ao ser mal sucedido na investida mudam de posição, ao invés de se apresentar de imediato como sendo switcher, outros preferem esconder este lado versátil por medo do preconceito da parte a ser abordada, o que é muito comum, assim sendo ele ao supor que o indivíduo que ele vai abordar é Dominante, se apresenta como submisso, se achar que é submisso ele se apresenta como Dominante, o que faz com que os switchers sejam vistos ainda mais como pessoas em quem não se pode confiar.  Ainda mais complicado quando o switcher é homem, pois a mulher switcher é aceita com maior facilidade.
    Existe a indagação comum dentro das comunidades: Se a pessoa serve, se é servil, se é masoquista; como pode conseguir dominar?
     É importante que seja feito um acordo antes, que este acordo seja cumprido sem querer mudar as regras no meio do jogo e que se for de desejo uma mudança, haja então uma nova conversa a respeito.   Ainda penso que a palavra deve ser cumprida como era no tempo em que se afiançava um fio de bigode e isto tinha valor, pois é isto que torna a pessoa confiável, o fato de ter palavra, de cumprir seus acordos.   Dentro de um jogo tão sério, para adultos, como é o caso do BDSM, isto é fundamental.
   Penso que para mudarem a forma como são vistos e adquirirem mais respeito nas comunidades BDSM, deveriam se assumir como são, sem se preocupar com os outros, pois só nos serve como parceiros aqueles que nos aceitam como somos desde o começo, mas para isto é preciso que nos apresentemos como somos.

Dorei Fobofílica.


*¹ Os lados do chicote: o cabo; empunhado pelo Dominador e as pontas; sentidas pelo dominado.
*2 Vida baunilha: é a vida que se tem fora do contexto BDSM, baunilhas também são chamadas as pessoas que não praticam sadomasoquismo.
*³ Top = Dominante; botton = submisso(a).


Obs.: Não me tornei switcher, continuo sendo sub.

9 comentários:

Marcelle Silva disse...

Post maravilhoso, Dorei! Eu acho que já te falei de um trabalho sobre switchers, que eu tentei fazer em equipe para um disciplina, e no período da pesquisa, conheci uma mulher, que por sinal ainda tenho contato de vez em quando, e o ex escravo de uma Rainha que conheço. Bem, não preciso dizer que também é um assunto que muito me interessa, e muito me faz refletir, não só pelo meio do BDSM, mas sobre como levamos nossas vidas baunilhas rsrs

Enfim, te desejo um domingo de muito amor e muita luz!

Beeeijos

{Mansinho}_da Loirinha disse...

{Dorei}_HipérionNNNNNNNNN!!!!!!!!!! VC É "RÁPIDA NO GATILHO" HEHEHEHE.... QUE DELÍCIAAAAAAA DE TEXTO....DEPOIS VOU LEVAR O LINK, JÁ CONVERSAMOS SOBRE... TER MINHA LOIRINHA COMO SWITCHER SIMPLESMENTE ME ENCANTOU ESTE TEU POST....

É INCRÍVEL A TUA CAPACIDADE DE PEGAR UM DETALHE DO BSDM, OU UMA PRÁTICA DO BSDM, OU O QUE QUER QUE SEJA, DENTRO DO NOSSO SAUDÁVEL BSDM DE CADA DIA, E DETALHÁ-LO, COM SUAS "NUANCES, PORMENORES E POSSIBILIDADES"....

E VC ARRASOU NAS FOTOS TBÉM EIM SALVE OS DEUSES DO BDSM!!! SALVE A {Dorei}_Hipérion !!!

É A MAIS PURA VERDADE! EXISTE PRECONCEITO COM OS SWITCHER'S SIM, POUCO SE FALA E TÁ AI QUE VC OUTRA (MUITAS) VERDADE DISSE, ELES MESMOS INFELIZMENTE NÃO SE "ESCONDEM"... BEM POR ISSO LEVAREI TEU LINK LINDONA, APOSTO QUE TEM MUITA GENTE QUE SE IDENTIFICA COM O UNIVERSO BDSM E NÃO SABE O QUE É UM SWITCHER...

AMEI!!!! MUITO OBRIGADO POR MAIS ESTE!!! BJS SUBS, MANSOS, BOTTONS DESTE AMIGO QUE TE ADMIRA... UMA MARAVILHOSA SEMANA E INTÉ....

GarotaSemFio disse...

Adoreii o texto.. como leiga acho todos os assuntos ligados ao BDSM instigantes..sempre..

Bjss Dorei

Cabrito Lunático disse...

Querida e amada Dorei, sempre esclarecedora, gosto muito do seu blog e de seus textos.

BOAS FESTAS E QUE 2012 SEJA MUITO MELHOR, FORÇA E SAÚDE PARA VC.

BJÃO

GarotaSemFio disse...

Bom dia.. mtooo obrigada pelos elogios Dorei, porém sinto te decepcionar, tenho que ser honesta, o texto que colei no mural da Loirinha depois ela colocou no blog não eh meu :/.... ahhh eu queria mtooo que fosse, sou uma amante apaixonada pela Astrologia, tenho minhas impressões sobre cada signo mas aquele texto que eh um dos mais bonitos e completos que já li, foi tirado de uma página do propio face, e eu desconheço o maravilhoso autor.. alias já o vi em várias páginas.. então fica difícil até creditar uma fonte confiável... SORRY..

Bjss de sagitáriana para sagitáriana.. ;)

P.S.: depois te mando "A mulher de Sagitário" do mesmo maravilhoso e desconhecido autor..rs

Milla _de Morpheus disse...

Afff Dorei...
Pelo visto temos novidades e mais novidades, hein?
Como sempre ótimo post. Livre de frescuras, esclarecedor...
Agora estou aqui explodindo de felicidade por voce lindona...
Li nas entrelinhas, viu?

Beijos cúmplices

{Milla}_deMorpheus

Milla _de Morpheus disse...

Minha querida!
ví que me visitou e adorei!!!
estou meio perdida esses dias e sem inspiração para escrever.
Mas a novidade a que me referi é essa mesmo. Eu não sabia!!!!
Que bom minha linda. Agora está tudo certo.

Torcendo aqui, para que 2012 seja um Ano Novo em realizações e projetos bem sucedidos.

Beijos no coração!!!
{Milla}_deMorpheus

{princess kitty}龍戦士 disse...

Oi amadinha!!!

Muito interessante esse post (como sempre rsrs)

Acho que eu me identifico com essa coisa de ser Domme na vida e sub no BDSM, no meu dia a dia estou sempre tomando decisões, no centro de tudo, mandando e comandando, que quando chego ao BDSM a única coisa que quero é que decidam por mim, comandem por mim e que eu possa simplesmente ser cuidada, encostar a cabeça no ombro do meu Dono e dizer "Sim Sr"(na verdade eu falo "Tá Sr" hahaha). Claro que por conta de ser assim, acabo trazendo um pouco do meu lado "Domme" para cá, mas meu Dono trata logo de me colocar no meu lugar de sub e ultimamente estou conseguindo deixar esse meu lado dominante de fora e me entregar totalmente a submissão.

Agora quanto a ser switcher, sentir prazer nos dois lados do chicote como você disse, acho absolutamente normal. Acho que as pessoas tem que se assumirem como são, com todos os seus lados e serem felizes com suas escolhas. Esse tipo de pré-conceito é uma grande bobagem.

Zilhões de miaubeijos com muito carinho =^.^=

Perversa sem nome disse...

Eu adoooorei seu blog,confira o meuhttp://perversaluxuria.blogspot.com/ criei essa semana.]beijo

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.

Seguidores

Leio e Indico

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...