13 novembro, 2011

O Prazer na Dor - BDSM



   O masoquismo só começou a ter uma fama ruim a partir do psiquiatra Krafft-Ebing no século XIX, em seu livro ‘Psichopathia Sexualis’, complementado poucos anos depois por Sigmund Freud, que declarou ser desvio de conduta sexual adquirido por algum problema na infância e a partir daí a comunidade científica tomou como aberração patológica a ser tratada.   Entretanto Odd Reiersol abriu na medicina moderna uma nova forma de ver tanto o masoquismo quanto o sadismo, aceitando como normal e parte das características da natureza humana, desde que não seja a única forma de obter prazer e que não interfira na vida social e familiar do indivíduo, que seja observado os cuidados com a preservação da saúde e que seja de comum acordo; isto em tudo me lembra a tríade SSC - São, Seguro e Consensual, observando que as mais diversas religiões praticavam autoflagelação e até mesmo tortura nos fiéis como forma de indulgência dos pecados, mostrando que desde sempre a humanidade teve esta característica sádica e masoquista.

   A dor é um elemento com diversas interpretações pessoais e sociais, os diversos  grupos sociais tem suas próprias formas de falar da dor, que a princípio passa a idéia natural de algo ruim, mas dela pode-se tirar ótimas sensações.   Um indivíduo masoquista tem o evidente crescimento do psíquico por meio da dor e da humilhação, tornando-se mais humilde e porque não dizer; mais forte também.   A resistência varia de pessoa para pessoa, não há uma regra comum, mas o que é de mais interessante é quando da dor pode-se extrair prazer erógeno.  A sensação de dor que vem em primeira instancia, a adrenalina que o sangue recebe pela apreensão dá uma euforia grande que é analisada e controlada pelo sádico, que em contrapartida tem extremo prazer em provocar tais reações.  

   Dor é dor, não há prazer algum em uma topada, por exemplo, mas se esta dor estiver associada na mente do masoquista com sexualidade, seja como for, sabendo-se que cada ser é único e que o motivo desencadeador pode variar e muito, dor alternada com estímulo erótico dão um prazer extra, a dor inicial se transforma em ondas de calor que percorrem nosso maior órgão; a nossa pele, que recobre todo nosso corpo, como o sangue já está cheio com a adrenalina, precisa compensar com a endorfina afim de não ocorrer um infarte, que por ter havido estímulos erógenos alternados, apesar de produzirmos diversos tipos de endorfina, neste momento será lançada a endorfina beta, que é a responsável pelo prazer, e é quando o masoquista atinge o ápice e tem orgasmos por meio da dor, muito mais intensos que no sexo convencional.  

   A idéia te pareceu estranha?   Quem é que nunca ouviu falar em sexo convencional com tapinhas na bunda?   Não é de certa forma um pequeno ato de sadismo e masoquismo erótico?    Claro que sem maiores elaborações e familiaridade com o assunto, mas não deixa de ser o ser humano “comum”, se é que existe alguém totalmente normal entre quatro paredes, manifestando seu instinto  para o sadismo, o masoquismo ou mesmo de sadomasoquismo no mesmo indivíduo.

   Eu poderia falar aqui sobre sadismo e masoquismo nas diversas religiões, da santa inquisição católica, dos autoflagelos muçulmanos e de outras religiões e como isto funcionava e ainda funciona em muitas delas e de como a figura feminina geralmente é colocada na posição de submissão, de como sofre diversas humilhações, mas não é este o meu objetivo.   Quis apenas falar do prazer por meio da dor, passar uma breve noção do que é isto sem maiores pretensões.


Dorei.

18 comentários:

SexyButterfly disse...

Dorei
Adoro quando vc nos ensina algo sobre o BDSM!
Aqui certamente é uma fonte segura de informação sobre o assunto.

beijos borboléticos em vc!

Izabella R.G. disse...

Bacana demais o seu blog obrigada pela visita !!
Beijinhus !
bella!

{princess kitty}龍戦士 disse...

Miauuuu!!!

Oi minha lindona!!!

Primeiro, parabéns! Adorei saber sobre o "segredinho". Torço MUITO por você, sabe disso :D:D:D

Agora falar sobre dor e prazer... ah... isso realmente mexe comigo ;)
Eu só de saber que vou sentir dor, aliada a um contexto erótico e provocada por Aquele que me domina, já fico excitadissima :D

Você falou muito bem sobre o assunto, claro, é muito mais amplo, mas a sua visão ficou simples e perfeita :D

Miaubeijos com MUITO carinho e muitas felicidades a você e a seu Dono =^.^=

Desejos e Fantasias de Casal disse...

Passamos para desejar um bom feriado....


beijos


Cris e Junior
http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

Conde Vlad disse...

Acho que o SSC é ideal para determinar se o indivíduo é maluco ou não.

Agora, eu já fiz o alerta lá no blog da Myah, essa vertente do BDSM está cada vez mais insana, e isso só vai parar quando as pessoas começarem a morrer.

Beijão do Conde.

µrsiŋђα Ѽ  disse...

O que mais me atrai na dor alem do resultado que são as marcas, que chamo de desenhos.
Gosto do "gemer" de me our gemer em um som diferente do sexo puro e simples...

bjs de mel
ursinha

saudadinhaa

Um Observador disse...

Minha cara,
Venho pessoalmente agradecer o esclarecimento, é bom termos pessoas assim em nosso circulo de amizade.
Uma pena não poder tomar partido e sair em defesa de atena tb, ela me decepcionou mto. Descobri com toda essa confusão a pessoa q é, sem carater, falsa, suja, covarde. Aquilo naum é nem nunca foi sub, ao contrario de vc linda mocinha, q eu iria sentir-me honrado em te-la.
Atena é um ser q naum merece nossa atenção ou confiança, acredita q enquanto portava minha coleira fazia sessão avulsa com outros doms? pois é minha cara amiga, acabei por descobrir, imagina minha frustração.
Atena pra mim naum passa hj de uma piranha, uma vagabunda suja, despresivel e descartavel. Mas a vida continua, bola pre frente.

Beijos mocinha linda.

Dorei Fobofílica disse...

Observador;

Obrigada pelo comentário, mas não sei quem és e nem tenho interesse na vida particular das pessoas. Fui no endereço de teu blog, mas pelo jeito acabaste de criá-lo e não há acesso... Gosto de pessoas que se identificam, isto denota caráter.

Ótima semana!

Dorei Fobofílica.

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Belas imagens acompanhadas por um excelente texto !

Beijos___incongruentes ...!

Deh... disse...

Olá minha querida, como vc está??
Como é gostosa a leitura por aqui né? Adoro seu jeitinho claro e pratico de nos explicar as coisas, sem "encher linguiça"...rsrs, sempre nos traz informações que só tem a nos acrescentar....adoro. Vc como sempre está de parabens.

Bjssss bem gostosos em ti

aldrey disse...

Muito bom o post,tem gente que sente prazer na dor ,mas não especificamente em dorrr,uma dorzinha e nem se dá conta!!bjss querida

Cabrito Lunático disse...

Querida Dorei, um tapinha não doí, dois tb não, gosto do sexo convencional sem pressa, fazendo um passeio pelo corpo da gata e ir aumentando o tesão até chegar ao climax.
Seu texto como sempre é muito esclarecedor.
Um bom finde

bjs gde

Litus disse...

Blogue - ESTE - a ser aconselhado como enciclopédia do sexo,do erotismo culto e do culto erótico, aliado a uma lição de humanidade.

É sempre um enorme prazer ler-te, e extraordinariamente bom encontrar-se alguém que em matérias tão delicadas ainda, para muitas mentes comuns, consiga ter o dom de "descomplicar" e apresentar com a maior naturalidade o que se reveste ainda de gigantesco tabu.
Tão mais importante quanto quem quiser aprender - goste ou não das vertentes aqui tratadas - tem exactamente essa oportunidade, sem se sentir maçado com tratados da especialidade que a maior parte das vezes apenas contém histórias sórdidas, e por outro lado sente a sensualidade na escrita sem perda de objectividade.

Um Beijo,(A)Dorei !

Arigi Kuwanna disse...

Olá querida,
Vim retribuir o carinho e a visita, tbm tive alguns problemas aqui, e estou retomando devagar,
adorei o que fez com o blog, ficou lindo!
Bjos se cuida e tenha uma linda semana regada a magia e muita fantasia!

Nil Lima da Silva disse...

Oi Dorei, lembra de mim?
srsr...
Me perdoe o sumiço querida, mas é falta de tempo, tenho muito trabalho pro Natal, não tô me queixando não...mas tava com saudades de você.
Bom post, uma coisa que eu acho super legal é que você retoma sempre o tema do sadomasoquismo com respeito varias e variasd vezes e nunca se repete na abordagem...isso sim é que é uma defesa bem alicerçada sobre algo.
Você deve ser uma ás da retorica!
Eu não queria entrar num debate com você em campo oposto..rsrsr
Beijos querida e boa semana.

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Minha linda! Passando pra deixar um beijo grande e dizer que voltarei para ler os seus textos que tanto me ensinam e fascinam!
Beijos e mais beijos!!!

Desejos e Fantasias de Casal disse...

Fique a vontade em usar a postagem sobre ejaculação feminina...





beijos


Cris e Junior
http://desejosefantasiasdecasal.blogspot.com/

Deh... disse...

Olá minha querida, tudo bem com vc??
Gostei muito do ultimo comentario que fizeste no meu post Dominação...
Acho que eu sou uma caixinha de surpresas...rsrs
Pra mim essa entrega de vontades é algo que me completa inteiramente mas, que infelizmente ou felizmente pouquissimas pessoas conheceram, simplesmente por não serem capazes de entender.

Fazer o que né?....rsrs

Minha Linda uma noite deliciosa pra ti

Bjsss doces

Seguidores

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.

Leio e Indico