11 setembro, 2011

Bukkake - Gag / Puking - Voyeur



 Bukkake é uma palavra japonesa, cuja tradução aproximada é ‘jorrar água’ É uma pratica que surgiu com a necessidade da indústria pornográfica japonesa de se adaptar as leis daquele país.   Não tendo haver com a idéia errônea de que fora oriunda de uma antiga punição para o adultério feminino.   Consiste em a pessoa receber sobre o corpo a ejaculação de vários homens, sendo então uma prática grupal. Logo a prática alcançou a indústria pornográfica de vários países se tornando um fetiche nos anos 90.

   Essencialmente a prática se dá quando a mulher se põe de joelhos e recebe a ejaculação de vários homens no rosto, mas é claro que existem inúmeras variações.   No BDSM, entre os litúrgicos, há uma politica de conduta que diz que uma escrava deve se sujeitar a todas as vontades de seu Dono, aceitando ser emprestada a uma ou mais pessoas, alugada ou seja lá o que for.

   Minha opinião pessoal é de que isto é uma desculpa esfarrapada para o desejo de se prostituir ou muita ‘ingenuidade’.   Se não for para ser feliz, ainda que a felicidade venha do sofrimento, de que vale isto?   Sexo grupal por vontade é uma coisa, fazer esse tipo de coisa por imposição...   Sei não.    Eu não aceitaria.


 Gag, do ingles e significa enfasgar, também não é incomum que apareça nos filmes pornôs.   Trata-se do ato de enfiar o pênis até a garganta, fazendo-a, babar, engasgar e até lacrimejar, indo mais a fundo temos o Puki ou Puking.

  Puking que é uma palavra do inglês também e significa vomitando, pode ser uma definição ligada a anorexia, mas enquanto fetiche, é uma pratica usada no BDSM para humilhar, indo além da Gag, que aliás, é bastante usada no BDSM, mais que o Puking.   Este consiste em fazer a escrava engasgar até ter golfadas ou vomitar, fazendo-a se sentir humilhada.

 Creio que quem já viu um filme pornô (e quem não viu?), já viu ambas as práticas, mas Gag não é incomum dentro do sadomasoquismo.


   Minha opinião pessoal é que o Puking é nojento, eu não aceitaria, mas se a pessoa submetida aceita, se curte, que sejam felizes.   Afinal, tem scats, porque não haveria quem goste de puking?
Foto gentilmente fornecida pelo amigo Darukian


   Voyeurismo palavra de origem francesa, tem sido considerado uma parafilia.   Consiste em ver alguém em ato sexual ou simplesmente nu, sendo consentido por um exibicionista ou furtivamente.   Mas será que, salvo os ‘puritanos’, não somos todos um pouquinho voyeur?    A indústria pornográfica não nos deixa mentir, tendo sobrevivido com louvor as custas do nosso prazer em assistir a nudez e a sexualidade alheias.   É lógico que voyeurismo vai muito além disso, é uma parafilia com excitação intensa em olhar, mas quanta gente faz sexo virtual com cam?   Acho que é mais comum do que queremos crer.



Dorei.

P.S.:  Agradeço aos amigos Darukian por ter gentilmente me cedido a imgens!!!

01 setembro, 2011

Fisting


   
   FISTING: ou fist fuck/fucking é uma prática sexual muito usada no BDSM, consiste na introdução da mão e antebraço na vagina (brachio vaginal), ou no ânus (brachio procticus).   A prática visa a distensão dos músculos vaginais ou dos esfíncteres e até mesmo de ambos em função de proporcionar prazer a quem introduz a mão e a quem a recebe.   Veja que não tem o objetivo de causar dor, muito pelo contrário.
   É também uma prática usada por hetero e homossexuais de ambos os sexos.
   Há também aqueles que vão a práticas mais para o bizarro, usando o pé em lugar da mão, feetfuck e até mesmo objetos como garrafas e outras coisas de maior diâmetro.
   Contudo o fisting mais simples é feito com a mão e deve-se sempre tomar todos os cuidados com a higiene e proteção.   Dizem os praticantes que sentem um grande prazer na distensão dos músculos e o seu par, em introduzir a mão.   Eu não sei dizer, pois não pratico e não desejo praticar, mas como sempre venho aqui por o meu parco conhecimento sobre diversos assuntos.
   Higiene: A higiene é fundamental, antes de começar, é importante saber que as unhas devem estar bem aparadas e lixadas, usar luvas de látex e se for fisting anal, deve-se fazer a higienização do reto com outra prática ainda não falada neste blog, o enema, que consiste numa lavagem especial e que também deve ser feita com muito cuidado.   Devido a DST (doenças sexualmente transmissíveis), os cuidados jamais devem ser negligenciados.
   Cuidados: Os cuidados são sempre fundamentais, esta não é uma prática para ser feita de uma única vez, é importante ir paulatinamente, com o passar do tempo introduzindo os dedos (finger-fuck) e aumentando o número deles gradualmente, sem esquecer de uma boa lubrificação, que pode ser com gel a base de água de boa qualidade, como K.Y. ou Intragel ou também oleaginosos.
Caso haja sangramento deve-se parar imediatamente, assim como a contração repentina dos músculos, pois esta contração indica o limite, então deve-se parar a mão onde ela está, esperar o relaxamento dos músculos, mesmo em caso de sangramento e depois de haver afrouxamento da musculatura, ir retirando a mão lentamente, caso o sangramento persista deve-se procurar o médico imediatamente.
  O carinho, a cumplicidade, consensualidade, cuidado e higiene entre os praticantes são fundamentais.  
  
Obs.: Dizem os adeptos que fortalece a musculatura, eu de minha não acredito nisso, mas como nunca fiz e hei de jamais fazer, não tenho como afirmar isto ou aquilo, esta é tão somente a minha opinião.   Fico mesmo apenas nos plugs e vibros de tamanho bem modesto. rsrs
  Aos adeptos eu desejo que aproveitem e sejam felizes!

P.S.:  Aproveito o post para explicar que devido a problemas para acessar páginas e precisar for formatar, estive ausente, mas agora já de volta.

Por Dorei.  

Seguidores

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.