Slides e Links de Todas as postagens

14 fevereiro, 2011

A Ciranda das Coleiras


A ciranda das coleiras

  A confiança que adquiri nos ultimos anos, amando e me sentindo amada numa relação de D/s, me deixou sim, um pouco ousada para falar de certas coisas, preferia não saber, mas é impossível.   Vejo acontecer a ‘ciranda das coleiras’ e fico decepcionada.
   A ciranda das coleiras tem dois lados, pois as “submissas” que anoitem com a coleira de um “dono” e amanhecem com a de outro “dono”, não poderiam fazê-lo se fosse respeitada a ética entre os dominadores.   Ética esta que deveria ser respeitada em todo seguimento da vida, mas principalmente dentro do BDSM, pois se a “submissa” está encoleirada e não se comporta como é devido a sua condição, cabe ao Dominador sério, não cortejá-la, negociar com ela ou seja lá que nome se queira dar a isto.   Não importa se este é iniciante ou não, pois educação e ética não escolhe meio para uso, cabe em qualquer ambiente.  
   A moça está ali, fazendo uso do BDSM para justificar sua vontade íntima de se prostituir, contudo, um Dominador sério a orientaria para a conduta correta, ao invés de tirar proveito desta situação, ou mesmo provocá-la, para provar mais a sí mesmo do que aos outros, que ele é o macho garanhão do pedaço.  
   Tem também aqueles “dominadores”, com trocentos anos de prática e nem um dia de consciencia, que simplismente acham que será visto como o garanhão domador do BDSM, amealhando o maior número de portadoras de sua coleira, não importando se a insatisfação destas, que obviamente acontecerá, pois somos antes de tudo, mulheres que queremos ser não somente castigadas, punidas, humilhadas e usadas, mas também amadas, cuidadas, acarinhadas, mimadas e muito mais; se ela ira se deprimir e acabar errando por causa disto.   De modo que a insatisfação destas logo fará com que seu comportamento se torne impróprio de uma submissa, principalmente se ela tiver a personalidade duvidosa e então está feito o vexame do nome do pseudo-dominador, da coleira do “domador” incauto, para dizer o mínimo; que no afã de se auto afirmar como homem e dominador, ajunta o maior número do que chamam ‘peças’ (palavra pela qual jamais fui tratada), num clã-harem que eles chama de canil.
   Termino aqui dizendo que acho que tudo isto só contribui para denegrir o BDSM junto a sociedade, que justifica nestas faltas, a discriminação que tem pelo nosso meio, apesar de estar virando moda, como se fosse uma denotação de “atitude” (aqui referindo-me a gíria dos jovens levianos para denominar a rebelação contra o sistema).   Por isto levanto esta questão, mais uma vez, afim de fazer pensar, pois não sou detentora da verdade, quero apenas expor minha opinião sobre o assunto.
   Sei perfeitamente que a toda regra existem exceções, mas sempre serão isto mesmo, exceções e não uma norma, porque a maioria de nós, em seu íntimo, não quer uma irmã.    Afinal, quem não gostaria de ser exclusiva???   Poucas serão sinceras ao dizer que não gostaria, muito, muito poucas mesmo.

Por: Dorei.



22 comentários:

aldrey disse...

Uma de brilhante não seria mal kkkk,
Sempre bem esclarecedor teus textos..bjs querida

§ яєßє¢α de O AMO § disse...

Olá Dorei Fobofílica,

Juro que tentarei não fazer um post aqui, tá (risos), mas esse tema é muito importante para eu me calar. Você e muitas pessoas do meio SM já sabem o que eu penso. Algumas acham que sou polêmica, outras acham que eu falo sem fundamentos e outras concordam , todavia não se manifestam para não "queimar o filme". São as raras as Submissas que falam assim , como nós, sobre esse fato que vem inojando a cada dia quem realmente é sério no SM e consequentemente na vida baunilha também.

No meu texto Perdendo a Coleira, o qual você gentilmente colocou o link aqui em teu blogger, eu falo exatamente sobre essa ciranda; sobre ser Dominador e ser Submissa que saibam respeitar a si e ao meio; sobre discursos prontos de dominadores falidos e submissas que buscam apenas um sexo fácil.

Quanto ao último parágrafo do seu post , digo-lhe: EU NUNCA QUIS NEM QUERO UMA IRMÃ DE COLEIRA. Já passei por essa situação com um "dominador" que quebrou o que foi acordado e eu, por estar totalmente entregue a ele, acabei aceitando, porém nunca me coloquei contra elas ( é foi mais de uma... um canil repleto de cadelinhas), afinal quem tinha que manter a palavra era ele.

Mas, foi experiência com sofrimento que me fez ter a certeza do que quero para mim: viver uma relação de ser a única para o meu Dono. Já conversei com Dominadores que me diziam assim: Vc nunca será única para um DOM! Sei... que não. Hoje , eu SOU!

Tem alguns Dominadores que não querem a fama, o canil repleto, o poder da sedução nem querem muito para não fazer nada. Esses dominadores que não querem esse quadro, desejam e buscam a Dominação em sua essencia, preferindo a qualidade em detrimento da quantidade. Eles querem gozar muitas vezes , mas com uma escrava só, porque assim se descobrem mais e moldam com competência aquilo que lhes pertence: A SUBMISSA!

Se esses Dominadores que se dizem monogâmicos (incluindo o meu DONO) mentem? Se tem outras Subs escondidas? Bem, isso é difícil de afirmar , pois cada um... cada um. Agora, quem tem ética, respeito e conhecimento do que quer para si, dificilmente agirá assim: MENTINDO.

Nada contra quem tem irmã de coleira; cada um sabe o que é melhor para si. Já vi, inclusive relações lindas de submissas que acabam terminando a D/s e a relação entre elas permanece. Perfeito isso, mas para MIM , não é o que quero!

Um beijo carinhoso e uma semana divina para TI

Erótica.plus disse...

É querida.. com essa eu levei teu link para meu blog e coloquei assim, acima dele: "Um blog com personalidade... Vale a pena ler". pra mim, como uma pessoa fora desse meio BDSM, o teu blog só tem ajudado a entender melhor o que vejo por ai, e a aprender a respeitar cada vez mais, essa opção. bjs e todo meu carinho pra essa mulher que tive o prazer de conquistar como amiga. Te adoro.

Arigi Kuwanna disse...

Olá Dorei,
mais uma vez concordo com vc, sempre acreditei em relações sérias e responsáveis, com confiança, um "dono" q deseja mais de uma não ama, não é digno de confiança e sem confiança como se dá qq tipo de relação? na minha cabeça isso não funciona, tenho aprendido muito aki, e realmente adoro seus posts.
"Que as mulheres sejam o que desejam com a confiança de que seu homem é seu, sendo elas submissas ou não, isso é direito de todas!"
Bjos se cuida e tenha um lindo dia.

princess kitty disse...

Olá minha linda e levantadora de temas polêmicos Dorei! hahaha

Bom, por onde começar? Enfim, um breve resumo da minha trajetória no BDSM, rsrs. Comecei a descobrir e conhecer pessoas ligadas ao BDSM em abril de 2009, naquela época eu usava um nick comum e não sabia nada. Conheci muitos "Dominadores" que com uma ou 2 conversas queriam me "encoleirar" virtualmente. JAMAIS aceitei, Sempre deixei claro que nunca usaria uma coleira virtual sem antes conhecer pessoalmente ou usar uma real no pescoço. Nada contra quem faça, como você mesma disse, são opiniões e cada um tem direito a ter a sua. Apenas para mim não servia. Não conseguia admitir que diria que sou de alguém que não conhecesse pessoalmente. Em janeiro de 2010 conheci meu atual Mestre. Ele tem 11 anos de BDSM ,mas por ter morado um tempo fora, acabou se afastando do "meio" . Ele logo me disse que não tomava uma submissa como sua sem conhece-la pessoalmente também. Mas devido a alguns problemas de ordem pessoal que tive demoramos muito para nos conhecer pessoalmente, e durante todo esse tempo eu descobri que podia me sentir de alguém mesmo sem ter o real, pois nossa ligação se tornou muito profunda, tinhamos conversas praticamente diárias que duravam horas e hoje eu posso dizer com toda certeza meu Mestre é meu melhor amigo dentro do BDSM. Enfim, nos conhecemos, tivemos sessão e pudemos comprovar na prática que o que sentiamos um pelo outro no virtual era sim real.Sabe Dorei, Ele tem muito cuidado comigo, se preocupa muito e me trata como uma gatinha mesmo rsrs, nunca praticou sadismo emocional, nunca deixou de falar comigo, ou me ignorou, pelo contrário está sempre aberto e disposto a passar horas me aconselhando e conversando sobre todos aspectos da minha vida que eu possa precisar. Ele não é meu namorado, nossa relação se baseia na D/s, mas é uma relação leve, descomplicada, ele é muito bem humorado e aceita o meu miaujeitinho de ser rsrs. Acho que voce notou que eu sou um "pouquinho" exibicionista né? Tem muitas pessoas que criticam, não gostam do meu jeito de ser.Meu Mestre não é exibicionista rsrs, mas como Ele diz Ele quer me ver feliz, então se isso me faz bem, ótimo, desde que eu não passe dos limites e Ele aprove as fotos ou videos que vou exibir. Se bem que vc já viu minhas fotos e um video, eu não gosto de nada explicito, apenas levemente sugestivo. Ele quer que eu seja feliz em primeiro lugar, pois se eu estiver bem comigo mesma, feliz, vou poder faze-lo feliz tbm. Ele se preocupa muito comigo, mas isso não é altruísmo, como Ele diz é uma atitude egoísta Dele, porque assim Ele consegue o que quer:Eu!!!
Nossa, me alonguei demais, e acho que me desviei do assunto principal do post, mas eu queria dizer é isso, existem sim Dominadores sérios e reais que se preocupam e cuidam do bem estar fisico, psicológico e emocional de suas submissas em primeiro lugar. Miaubeijos linda!

P.S: Eu fiz um outro banner porque as letras daqueles ficaram pequenas, editei esse no paint e ficou perfeito, mas estou me atrapalhando na hora de editar o html. Eu posso te enviar por email e vc faz pra mim como fez os outros? Não te encontro no msn rsrs. =^.^=

princess kitty disse...

Olá minha querida Dorei!
Olha eu aqui outra vez rsrs
Passando pra te MIAUAGRADECER pelo bunner, ficou lindo, obrigada querida! Miaubejos linda! =^.^=

{Malú}_MTONNY disse...

Irmã de coleira, q termo sem noção...
O que é uma irmã? alguém q temos amor e devoção por toda a vida, acho q é isso.Sempre disse q mulher rivalida sempre, mulher em raros casos ñ é amiga de mulher e ainda mais dividindo atenção de um DOM.Começa assim:Malu, o dono me acordou as 6:00 rs....eu digo q ele me ligou as 5:50 rsrsrs.
Vamos ser francas, minha submissão é única DELE e desejo tbm q atenção dele tbm seja só pra mim.
Jamais vou querer outra em meu canil, sim, meu canil rsrs....eu cuido dele, protejo, mantenho limpinho e sempre pronto pro dono.
se ele quiser outra o q não creio pq acho e sinto ele feliz com essa cadela doida aki, entrego a coleira com grande tristeza, está no nosso contrato.
E tem mais, adestrar uma cadela dá trabalho, imagina um canil cheio de cadelas de TPM rsrsr...um bj totosa

princess kitty disse...

Minha linda!

Tem um poema em forma de presente para você lá no meu blog. Passe lá, espero que goste. Miaubeijos =^.^=

princess kitty disse...

Volteiiii! rsrs

Querida Dorei!

Problema resolvido, reeditei o html do blog, obrigada por avisar, miaubeijocas =^.^

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Selinhooooooooooooooooo!!!
Depois passo para ler tudinho aqui!!!
Beijos, minha linda!!!

Lou Albergaria disse...

O QUEEEEEEE?!!!!!!!!! Eu só aceito se for com total e absoluta exclusividade...Sou LeoaLoba no corpo, na alma e no coração. Ai DELE se vier trazer irmãzinhas para me incomodar...eu decepo! Não sobra pra ninguém! hehehe....

Lindo seu blog! Parabéns! Pena que sou muito DOMME pra encontrar o Dono de mim...mas que eu gostaria, gostaria.

BEIJÃO!

Lou

µrsiŋђα Ѽ  disse...

3 anos de BDSM.. com muito carinho ofereço um selo a todos.

bjs de mel

ursinha

Luna disse...

DOREI,

é tão triste quando sentimos que não dá mais e temos de entregar a coleira, quando sentimos que chegamos ao nosso limite.

Belo seu post! como sempre.

Beijos de carinho!


Luna

ENTREGA E SUBMISSÃO disse...

Querida adorei seu texto serve para muitassssssssssssssss,
enfim cada um é um, eu sou comtra, tive um dono por 4 anos passou quase 1 ano para mim ter outro e agora estou só por mais de 6 meses ñ que ñ tenha ou tenho pretendentes, mas acho que ccoleira é sério demais para dormir com uma e acordar com outra, e ainda a moça faz discurso....rs de que mudou de dono!
beijos carinhosos

sub_ísis

sub_ísis

{orquidea}_EDS disse...

olá Dorei.. como sempre belo e interessante post!bom quanto a irmã de coleira eu não sou contra,porém não vou ser hipoctra de dizer que gostaria de ter uma ,( rsrs )desde do começo da mh relação D/s com o Sr EDS, foi me deixado claro que haveria a possIbilidade de mais uma cadela no canil DELE,veja bem isso foi bem no inicio quando estavamos negociando,portando eu não estava entrando numa relação enganada, pois bem eu aceitei pq acredito que cada um tenha seu espaço no mundo,e que essa decisão so caberia a ele msm TOMA-LA ,tanto pra sim como pra não,eu acho que o que acontece nessa ciranda de coleira são erros de concordancias, falta de conhecimentos de ambos ,da sub e do DOM, vejo muita preciptação no meio,subs desesperadas para encontrar um Dono E vice versa.. e com essa atitude imatura nada mais podiamos esperar que relações imaturas inconsequentes, mal se conhecem e já vão para os finalmentes,ai quando percebem não era o que os dois procuravam e como td crime tem um culpado,e nos terminos de qualquer relacionamento tb procuramos um,então começam a desparar a culpa em minimos detalhes, como irmã de coleira.. o Dom disse uma coisa e fez outra, a sub não estava se entregando direito e por ai vai...
bom eu quando me entreguei o fiz com responsabilidade ciente de tudo o que poderia interferir em nossa relação,por tanto tratei de fazer apenas o que me presteii, a servi-lo e satisfaze-lo em seus desejos sendo eles sádicos ou não. e por não ter me oposto contra a sua vontade de futuramente encoleirar mais um cadela, fui beneficiada pelo Dono, que percebeu mh entrega, meu esforço para sempre atende-lo e satisfaze-lo ,seja em qualquer circustancia ...e meu querer verdadeiro de ser DELE, nisso o tempo passou e hj já estou há um ano o servindo e amando... e já tem um tempinho que o Dono me disse que até o momento não esta precisando de mais uma cadela, pq eu estou o satisfazendo e o deixando a cada dia mais realizado,
resummindo.. td acontece a seu tempo e por merecimento a cadela que ''quer '' exclusividade tb tem que dar exclusividade ao DOM, e antes de tudo não se prender a pequenos detalhes como uma simples irmã de coleira,não querendo ofender ninguém ao meu ver qualquer coisa que deixamos interferir numa relação D/s que valhe a pena acreditem é so um detalhe,temos provas no meio BDSM que é possível tb um Dono com seu canil cheio e cadelas com irmãs de coleiras felizes e realizadas so que isso varia de relação para relação,de quem esta no comando do canil se é um homem ou um moleque que quer apenas colecionar, não adestrar ensinar verdadeiramente a UMA mulher o que é ser DOMINDA e tb das submissas a se permitirem mais,cobrar menos primeiro mostrar ao seu Dono o quanto valhem a permanencia dela exclusiva no seu canil .

bjs com carinho

Dorei Fobofílica disse...

Orquídea;

De fato voce disse bem, tem aquelas que estão predispostas a aceitarem esta imposição que alguns dominadores fazem de dar a elas irmãs, porem como voce admite aqui, não é da vontade dela e é isto que eu repudio, que a coisa seja aceita a despeito do real desejo da sub, que é antes de tudo uma mulher com seus sonhos e desejos. Eu não aceitaria este homem por meu dono porque para mim o MEU DONO, isto mesmo, 'meu' Dono, tem que me amar também, me respeitar também e sendo assim não vai querer me ferir no coração. Mas voce está certa, cada um sabe de sí, eu quis apenas expor minhas ideias e fazer as pessoas pensarem, fico muito grata pelo teu corajoso comentário!

Beijos no teu coração.

P.S.: Este MEU Dono não quer dizer que estou no comando, mas que me sinto amada e sinto que tenho o seu amor, também porque jamais ferirei o idioma do meu país dizendo:'Dono de mim'.

{tigerin_hope}_H.'.THOR disse...

Dorei...
Fiz um "passeio" delicioso por seu blog. Amei os posts. As idéias. E a força com que as expôs!

Dança das Coleiras... interessante! Dormir com uma e acordar com outra... como isso acontece? Passei 1 ano e meio sem coleira e olhando para os lados, e sendo olhada, observada e avaliada... e no final das contas tenho uma coleira novinha em folha... mas depois de 1 ano e meio de buscas e reflexões!

Não vou mentir... cheguei a pensar em aceita uma coleira com mais 2 irmãzinhas... por amor!

Mas acho que cada uma de nós, nesse meio BDSM acaba sendo sempre meio "Domme" na vida baunilha... lutando pelo dia a dia, fazendo e acontecendo com nossas responsabilidades, estudos, etc. então por mais que sejamos submissas, não somos indefesas, e sabemos o que queremos como mulheres... independente de sermos subs.

Queremos, sim, ser amadas.
BDSM não é só fetiche, suor, pele, e esperma... é coração. O nosso coração! Que entregamos ao Dono.
E se eu não AMO o meu Dono, como vou me submeter a ele e suas ordens que muitas vezes me fazem sofrer e (consequente, mas não prazerosamente) vencer barreiras?

Se a submissa conseguiu vencer a barreira da "irmã" e é feliz com uma relação a 3 ou a 10... a escolha é dela! Mas acho, de coração, que o termômetro deva ser a felicidade. Ele está feliz por ser considerado "o garanhão", mas e elas? ficam felizes por serem pouco atendidas, vistas, ouvidas, corrigidas (pois até aí está uma medida de amor e respeito!)???

Hoje, essa maturidade me diz que não! Eu não seria feliz se meu Dono arrumasse uma irmã para mim! E com dor no coração entregaria a coleira!

Se a sub não tem direitos... tem sim! No momento da negociação muitas coisas são discutidas, e essa é uma delas! Eu posso não aceitar a coleira ou devolve-la!

Desculpe me alongar...
Mas o tema "irmã de coleira" sempre traz opiniões apaixonadas!

Beijoks açucaradas,

みope✩ღ✩

{luaila}_DOM WOLFMAN disse...

entrei pra fazer uma visita e dar uma olhadinha mas adorei que li por aqui entao resolvi ficar entao estou seguindo bjus e parabens pelo texto ....bjus

Escrava Taser disse...

Concordo com tudo que foi colocado. Infelizmente a 'ciranda das coleiras' está cada dia maior devido ao crescimento do BDSM nas redes sociais. Fico abismada com que vejo na internet e esse perfil de sub colocado no texto está muito comum. Pela manhã a sub coloca coleira de Dom X a noite troca pela a do Senhor Y e por ai vai.Costumo dizer que encoleiramento é via de mão dupla.O dom tem que ter responsabilidade quando faz o encoleiramento e a sub também tem que avaliar se está apta a receber tal coleira e conhecer bem a idoneidade do dom. Parabéns pelo blog e pela postagem.

Escrava Taser disse...

Concordo com tudo que foi colocado. Infelizmente a 'ciranda das coleiras' está cada dia maior devido ao crescimento do BDSM nas redes sociais. Fico abismada com que vejo na internet e esse perfil de sub colocado no texto está muito comum. Pela manhã a sub coloca coleira de Dom X a noite troca pela a do Senhor Y e por ai vai.Costumo dizer que encoleiramento é via de mão dupla.O dom tem que ter responsabilidade quando faz o encoleiramento e a sub também tem que avaliar se está apta a receber tal coleira e conhecer bem a idoneidade do dom. Parabéns pelo blog e pela postagem.

Escrava Taser disse...

Olá,Dorei queria te pedir a permissão para postar esse teu post no meu perfil do face. Desde grata pela a atenção.

Escrava Taser disse...

Olá,Dorei queria te pedir a permissão para postar esse teu post no meu perfil do face. Desde grata pela a atenção.

Seguidores

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.