Slides e Links de Todas as postagens

19 dezembro, 2010

Ser Submissa


   Primeiro, quero explicar que não posso falar sobre submissão masculina, porque não conheço o assunto com propriedade, mas penso que não difere muito da feminina e depois, que o que digo aqui é como me sinto em relação a submissão, não estou fazendo regras, até por que, se sadomasoquismo já é marginalizado, basta de regras, que cada top faça as suas e respeitem as dos demais.
   Há quem diga que existe diferença entre ser submissa e ser escrava, que submissa tem limites e escrava não tem.   Bem, eu acho que dizer que não há limite é muito perigoso, e fico me perguntando para onde vai o SSC (São, Seguro e Consensual)?   Para onde vai a Safeword?   Tem também quem diga que existe diferença entre ser submissa e ser masoquista.   Eu me pergunto se isto realmente tem fundamento, porque penso que a própria subserviência é uma forma de masoquismo, que pode não ser físico, mas quem disse que físico é mais relevante do que psicológico?   Uma seqüela psicológica pode ter conseqüências muito mais devastadoras, mas enfim, vamos considerar a diferença, mas me reservo o direito de pensar o contrário do que dizem, ou seja, penso que toda submissa é masoquista, em diversos graus, mesmo que não curta dor, mas nem toda masoquista se submete, ela apenas aprecia sentir dor.
   Quanto a liturgia a ser seguida por uma submissa, eu já disse mais de uma vez aqui, que não sigo liturgias, não chamo de Sr e Sra a ninguém que não seja meu Dono, mais do que chamaria meu avô, um cidadão idoso e coisa que o valha, não por ser Top, mas meu respeito por todos é evidente, independente da posição que ele ocupe na sociedade, seja ela BDSM ou não.   Para mim, regras a serem seguidas, são as estipuladas pelo Dono, eu sigo as de meu Dono.
   Vejo a submissão como algo muito sério, não adianta fingir que cumpre as regras quando o Top não está monitorando, ele estará satisfeito porque terá feito a parte dele e estará feliz acreditando que você fez a tua, se o botton o está enganando só porque ele não está vigiando de perto aquele detalhe específico, então é hora de pensar se é mesmo isto que se quer da vida.    Não que você tenha que fazer tudo, você pode não conseguir fazer, o que você não pode, é enganar, porque estarás enganando mais a si mesma do que a ele.    Por outro lado, estou aqui falando de detalhes, não de uma relação virtual, pois a acho teatral e frustrante, válida apenas para complementar a relação de quem vive D/s real, que como complemento tem mesmo um sentido interessante, mas sendo exclusivamente virtual, me cheira a encenação teatral e frustração. Nosso corpo precisa de contato, somos animais sociáveis, precisamos de toques, principalmente na D/s, queremos o estalar da mão ou do chicote sobre a pele, não apenas a D/s psicológica.   É por esta razão que as salas de chat SM estão cheias de pessoas mal resolvidas, que não tendo seus desejos plenamente satisfeitos, entram para importunar a vida de quem está ali para trocar impressões sobre o assunto ou encontrar alguém para vir a conhecer e passar a uma possível relação real.
   Dominação psicológica é outro assunto que pretendo vir a abordar com maior atenção depois, mas será mesmo que alguém se submete de verdade sem amor ou sem ser por chantagem?   Eu vejo a submissão sem sentimentos como falsa, como teatralização de uma coisa tão bela e tão forte na vida de quem aprecia e se submete por desejo de submeter-se a quem ama.
   Para mim, ser submissa é uma entrega por escolha, por amor.   Seguir as determinações e servir ao Dono é um prazer; e é este o ponto, prazer.   Quem não quer ter prazer, seja lá como for?   Claro que todos os sentimentos que existem numa relação baunilha estão presentes numa vida de D/s, pois não deixamos de ser humanos quando optamos por este estilo de vida, mas o encaramos sob outro olhar, entretanto ninguém quer ser infeliz, se escolhemos este caminho, é para encontrar a felicidade por meio dele, ainda que tenhamos um preço a pagar, o que as vezes é um pagamento delicioso.  RS
   Me preocupo com as submissas que se dizem masoquistas sem limites, assim como existem dominadores doentios e/ou criminosos, há submisso doentio, não chegam a ser criminosos, a não ser que consideremos por a própria vida em risco, como um crime, mas esta falta absoluta de limite não é saudável, até porque, fico me perguntando que graça tem para um TOP, um escravo que aceita tudo sem ais, sem medos, sem reações?    Não será melhor chicotear uma porta?   Dará no mesmo e custará muito mais barato.  Um dominador pouco experiente pode se deixar levar por uma pessoa que afirma não ter limitações e no afã de ver reações, acabar com um cadáver nas mãos, vale pensar bem no assunto.
   Assim como falei dos Dominadores inconscientes, que dominam sem saberem o que é uma vida SM, mas que são lideres por sua natureza, existem muitas submissas que o são sem o saberem, sem terem conhecimento de causa, porque a subserviência está em sua natureza.   Geralmente toleram o autoritarismo de seus maridos, fecham os olhos para as traições muitas vezes evidentes, são mães zelosas, funcionárias exemplares em cumprir determinações e executar a missão com esmero, e nada ou quase nada disto a faz infeliz, exceto quando ela entra em conflito com os conceitos sociais, religiosos e da educação que teve.
   Por falar em traição, trair é trair, já falei sobre isto em um tema anterior, mas trair é enganar, quem engana não merece confiança, seja ele TOP ou botton, seja na vida baunilha ou não, aliás, enganar na vida SM é ainda pior.   Não vou me estender neste assunto, mas é bom frisar que o engodo não cabe numa relação SM, nenhum tipo de engodo. 
   Hoje vejo muitos Tops afirmando que por ser TOP podem tudo, não é bem assim, a submissa aceita se quiser aceitar, no fim, a escolha é dela, se ela não está satisfeita, se não quer ter irmãs de coleira, não deve aceitar, pois se o fizer será infeliz e a coisa vai desandar cedo ou tarde, as frustrações de uma relação assim, se carrega para o resto da vida.   Se a submissa aceita isto bem, ótimo para os dois, se deseja isto, tanto melhor, mas não deve engolir porque alguém determinou isto como uma das regras BDSM, regras são entre o Top e o Botton, as regras dos outros são para os outros, o que quero é ser feliz e creio que seja o desejo de todos nesta vida.



Por: Dorei Fobofílica.

13 comentários:

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Olá, querida! Meu comentário é de uma leiga, uma vez que, msm tendo lido mto a respeito de BDSM, não sou praticante.
Acho que vc tem razão qdo diz que a submissão é um dom, assim como a dominação. E uma coisa que, qto mais eu lia sobre o assunto, mais acreditava, é que na realidade a submissa é quem verdadeiramente dá as cartas. A ela cabe impor seus limtites e concordar ou não em fazer o que lhe é imposto. Isso não seria domínio de uma situação? Não seria a sub quem "manda", então? Me corrija se eu estiver errada, por favor.
E acho que vc tem razão qdo diz que mtas mulheres são subservientes por todas as suas vidas sem serem chamadas de sub ou algo assim. Algumas são felizes desse modo e outras, não.
Mas acredito que ser, estar, se sentir bem é o mais importante, não é?
Beijo grande, linda!

{sєrєηα} Sr dø €ngenho disse...

Boa Tarde! Sempre gosto dos seus textos, são poucos os blogs tão inteligentes e instrutivos quanto o seu.
Parabéns.
Eu não saberia servir ao meu Dono sem amor, decobri-me submissa aos poucos,admito tenho o genio forte,e indomavel,mas o Dominio Dele me conquistou.
E hoje procuro me informar mais sobre o bdsm,e seu blog ajuda bastante.
Obrigada!
Bjs carinhosos.
{serena}Sr do Engenho.

Luis Nantes® disse...

Adorei as informações como também foi muito feliz Veronika e Claudio em seu comentário... Enfim, creio que cada um deve ser feliz a sua maneira e pronto, tá? Mas valeu!!
Beijos minha fada

{sєrєηα} Sr dø €ngenho disse...

Olá !!! Obrigada pelas palvras gentis e as bolinhas que esquentam tudo vendem em sex shop, são gelatinosas com um oléo dentro que esquenta e excita!E`um estimulante de uso local rssrsrsrsrsrsr adoro.
beijos.
{serena}Sr do Engenho.

Miss Tery disse...

Olá Belissima,

Blog enriquecedor.. :)
Olha, eu tenho meus conceitos, sobre sub e escravo (sub quer a dominação, escravo quer a dor = masoquista), mas isso é para mim, cada um tem um conceito..
Não gosto de "falta de limite", isso para mim, é meio louco. Mas, quebrar limites, dentro de uma relação SSC é "tudibão".
Eu concordo com o questionamento da Veronika e Claudio, sempre converso com meu sub sobre "Quem Domina Quem".. E acho, que nós Tops, conduzimos... pq qd os limites são colocados, esses geralmente sao dos bottons.
Estamos em fases polêmicas.. mas, o importante é sermos felizes, seja em que lado for do chicote, mas sempre ligados no "SSC"
Feliz Natal, Bela.
Beijos
MissTery

magnolia disse...

Deixei-lhe um prémio no meu blog, cumprimentos.

Pestange disse...

Querida Dorei,

Estou passando para te desejar Boas Festas e Feliz 2011!

Te Deixei um prémio no meu blog.

Beijos doces

*haya* disse...

Querida amiga, bem sabe que leio e acompanho o que posta, pela primeira vez escrevo aqui, mas sabe do respeito desta irmã de amizade e vida.
Dois anos de amizade em respeito, verdade e admiração que sinto por vc.
Temos a mesma forma de pensar e ver o D/s guiado no respeito necessário.
Vim por outro motivo, apesar de minha ausência o pensamento de carinho está voltado para vc.
Dorei, que Deus proteja vc e os seus seres amados, vida, renovação, sorte, felicidade, saúde, paz é o que desejo para cada minuto de sua vida.
Feliz Natal minha amiga!!!

ternura disse...

querida menina,

Já vou me desculpando pela passadinha coletiva...rss, porém as palavras foram carinhosamente escolhidas para desejar um Feliz Natal e agradecer a presença, os pitacos, ou até mesmo a espiadinha básica em meu blog.
Em cada postagem fui tomando gosto pela coisa, fui conhecendo e me aproximando de pessoas especiais, por meio dos rastros seguidos daqueles que apenas por lá passaram, fui descobrindo novos ambientes com novos ocupantes. E, assim aprendendo, dividindo e trocando novas experiências e novos saberes. Recebi muitas mensagens lindas e gratificantes, algumas críticas construtivas e negativas, desejos de felicidades, demonstrações de carinho e até amizade e com isso também aprendi muito.
São nesses pequenos gestos e atitudes do nosso dia-a-dia que devemos proporcionar o mínimo de alegria e compreensão a todos que nos cercam.

Que o espírito natalino encha os nossos corações. Feliz Natal e um bj carinhoso!!

ótimo texto, algumas coisas concordamos outras nem tanto, mas eu senti um enorme senso de responsabilidade e seriedade que ostenta em relação ao BDSM, me encantei mais ainda contigo.*pisc

Arigi Kuwanna disse...

Achei muito esclarecedor, adoro vir aki, sempre aprendo um cadinho, e como gosto de pensar: td o q é p/ melhorar meu conhecimento é bem vindo!
Adorei!
Bjos se cuida
Um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de muita felicidade e muita paz!

LadySiri disse...

Olá Dorei, mais um post muito interessante onde vou aprendendo mais um pouquinho sobre esse mundo fascinante do BDSM, mas hoje vim desejar a você e aos seus um Natal iluminado e cheio de amor.
Beijo carinhoso.

wilson disse...

Querida amiga.
Estou me tornando repetitivo quanto a nossa comunhão de idéias dentro do BDSM. Teus textos sempre esclarecedores, onde tua posição firme aparece muito bem articulada.
Quanto a velha polêmica de que, por causa dos limites, quem conduz é o submisso, discordo em gênero, número e grau, pois o BDSM sério e correto, prima pela tríade (São, Seguro e Consensual),e os limites impostos são acordados previamente , portanto aceito por ambas as partes. As pessoas, principalmente as que não são do meio e não tem o "psique du rôle", acham que, pq há limites a relação acaba sendo invertida, mais a realidade é que a verdadeira submissa não tem limites prá agradar o seu Dono, dentro do previamente acordado. Querida, desejo que tenhas um excelente natal e um Novo Ano repleto de excelentes momentos e que continues a nos brindar com textos tão relevantes para a nossa comunidade.
Bjs
SW

Portal HM disse...

Uau, adorei o blog. Confesso que adoro dominar mas ser submissa me dá um UP a mais, é muito bom! Levei sei banner para meu blog. Vamos fazer parceria?

Seguidores

AVISO:

As imagens contidas neste blog foram tiradas de sites de busca, estando disponíveis livremente na rede, sem fazer referencia aos autores. Entretamto sem o intuito de usar material de terceiros indevidamente, digo que, caso voce seja autor de alguma delas e deseje que a retire, deixe um comentário e a retirarei ou colocarei os devidos créditos se for da tua vontade.

Atenciosamente;
Dorei Fobofílica.